Sistema FAEB

Em 5 dias de outubro, Brasil já exportou mais de 2,3 milhões de toneladas de milho, com média diária acima da de 2022

Com 31,5% mais embarques por dia do que em outubro/22, analista espera cerca de 10 milhões de toneladas exportadas ao final do mês

O mês de outubro começou e o Brasil já embarcou 2.347.943,5 toneladas de milho não moído (exceto milho doce) para exportação, de acordo com o mais recente reporte da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Isso já representa 34,6% a mais do que o total exportado em outubro de 2022 (6.785.069,5 toneladas).       

Com isso, a média diária de embarques nestes 5 primeiros dias úteis ficou em 469.588,7 toneladas, o que na comparação ao mesmo período do ano passado, representa elevação de 31,5% com relação as 357.108,9 do décimo mês de 2022.           

Roberto Carlos Rafael, da Germinar Corretora, destaca que o alto volume de exportação está ajudando a sustentar os preços do milho no mercado brasileiro, após bons volumes embarcados em agosto e setembro. 

A expectativa de Rafael é que já haja um line-up de mais de 10 milhões de toneladas comprometidas para o mês de outubro, e que o país feche o ciclo, em janeiro de 2024, com cerca de 60 milhões de toneladas exportadas. 

Em termos financeiros, o Brasil já arrecadou um total de US$ 530,023 milhões no período, contra US$ 1,9,08 bilhão de todo outubro do ano passado. O que na média diária, deixa o atual mês com elevação de 5,5% ficando com US$ 106,004 milhões por dia útil contra US$ 100,454 milhões no último mês de outubro.                     

Já o preço por tonelada obtido caiu 19,8% no período, saindo dos US$ 281,30 no ano passado para US$ 225,70 no mês. 

Por:  Guilherme Dorigatti

Fonte:  Notícias Agrícolas

Posts Relacionados

Deixe um comentário

plugins premium WordPress