Sistema FAEB

Estado do Nordeste impulsiona o Brasil a ser o maior produtor de algodão do mundo

Com a divulgação dos dados de setembro é previsto que o Brasil alcance um marco histórico na exportação de algodão, com cerca de 200 mil toneladas, indicando um novo recorde no ano comercial 2023/24. Isso é resultado de uma safra recentemente colhida em grande escala, o que impulsiona o país em direção ao posto de maior exportador global da fibra nesta safra.

Essa avaliação é compartilhada por Miguel Faus, presidente da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea). Em uma entrevista à Reuters, ele expressou sua confiança de que o Brasil poderá exportar um volume histórico de aproximadamente 2,5 milhões de toneladas do produto de julho de 2023 a junho de 2024.

Esse aumento representaria um crescimento de mais de 1 milhão de toneladas em relação ao total de 1,396 milhão de toneladas exportadas no ano de 2022/23. Nesse período, o Brasil enfrentou desafios com importantes compradores como Turquia, Paquistão e Bangladesh.

Caso esse recorde se concretize, o Brasil estaria bem posicionado para superar os Estados Unidos como o maior exportador global. Essa possibilidade ganhou força recentemente. Faus observa que o Brasil atualmente já ultrapassou os EUA em termos de produção, de acordo com dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). Enquanto a safra 23/24 dos EUA (recentemente iniciada) está estimada em 13,13 milhões de fardos, a do Brasil atinge 13,8 milhões de fardos.

É possível que o Brasil supere os EUA em exportação ao longo do ciclo devido à queda na produção norte-americana. Entretanto, é importante destacar que essa liderança se daria devido a uma diminuição na produção deles.

CENTRO-OESTE E NORDESTE COMO MAIORES PRODUTORES

Mato Grosso e Bahia são os maiores produtores de algodão do Brasil. A produção de algodão tem um potencial de se desenvolver muito bem em regiões mais secas e que as chuvas cessam mais cedo, como é o caso dos estados de Mato Grosso e Bahia.

Além disso, existe a necessidade de grandes plantações e nos dois estado a disponibilidade de grandes extensões de áreas planas e favoráveis à mecanização permitem a prática de agricultura em larga escala, o que permite otimizar o uso de insumos, gerando rentabilidade em uma cultura de alto custo de produção como o algodão.

QUAL A IMPORTANCIA DA PRODUÇÃO PARA A BAHIA

A produção de algodão na Bahia desempenha um papel crucial na economia do estado e na indústria têxtil do Brasil como um todo. A região é uma das principais produtoras de algodão do país e tem desfrutado de um crescimento significativo na produção nas últimas décadas. Abaixo estão alguns pontos que destacam a importância da produção de algodão na Bahia:

Contribuição para a Economia Local e Nacional: A produção de algodão é uma das atividades agrícolas mais importantes na Bahia. Ela gera empregos, renda e divisas para o estado, promovendo o desenvolvimento econômico e a redução das desigualdades regionais.

Diversificação da Economia Agrícola: A cultura do algodão é uma excelente alternativa para a diversificação da agricultura baiana. Ela proporciona uma alternativa lucrativa e sustentável para os agricultores, ajudando a reduzir a dependência de monoculturas e a mitigar os riscos associados a variações de preços de commodities agrícolas.

Geração de Empregos e Renda: A produção de algodão envolve uma cadeia produtiva extensa, que inclui desde a preparação da terra até a colheita e beneficiamento da fibra. Essas atividades geram empregos diretos e indiretos para agricultores, trabalhadores rurais, operadores de máquinas, entre outros.

Estímulo à Indústria Têxtil: O algodão produzido na Bahia alimenta a indústria têxtil do estado e do país. A qualidade da fibra baiana é reconhecida por sua alta resistência e comprimento, o que a torna altamente desejável para a produção de fios e tecidos de alta qualidade.

Exportação e Geração de Divisas: A Bahia exporta uma parcela significativa de seu algodão, contribuindo para a balança comercial do Brasil. A fibra produzida no estado é demandada por diversos países, o que reforça a importância da Bahia como um player global no mercado do algodão.

Sustentabilidade e Responsabilidade Ambiental: O setor de produção de algodão na Bahia tem feito avanços significativos em termos de práticas agrícolas sustentáveis. Muitos produtores adotam técnicas como o plantio direto, rotação de culturas e uso eficiente de recursos hídricos, visando a preservação do solo e a minimização do impacto ambiental.

Inovação e Pesquisa Agrícola: A produção de algodão na Bahia tem se beneficiado do investimento em pesquisa agrícola e inovação. Instituições locais e nacionais desenvolvem variedades de algodão mais resistentes a pragas e doenças, além de mais adaptadas às condições climáticas da região.

Fonte: NE9

Posts Relacionados

Deixe um comentário

plugins premium WordPress