Sistema FAEB

Surpresa e emoção marcam encerramento do terceiro encontro do CNA Jovem

Reflexão sobre o caminho percorrido ao longo da jornada, gestão das emoções e surpresas envolvendo os familiares dos 76 finalistas do CNA Jovem marcaram o encerramento do terceiro encontro da etapa do CNA Jovem no domingo (15).

A programação da manhã foi dedicada à observação e gestão das emoções. Na dinâmica "Picos e Vales", o assessor técnico do Senar, Marcelo Mendonça, mostrou a sua trajetória exemplificando situações que deram nome à atividade. Em seguida, os participantes fizeram o mesmo exercício de identificação dos picos e vales individualmente e em grupo desde o início da jornada.

“Todos os percalços e decisões importantes a serem tomadas que interferiram no andamento do nosso trabalho fez com que amadurecêssemos enquanto grupo e nos tornou mais fortes como pessoas”, declarou o jovem Junior Nau.

No início, segundo Emaiara Gomes, não era possível imaginar a amplitude do programa. “Para nossa alegria conseguimos superar todos os desafios”, revelou.

"A essa altura do campeonato, observando o quanto crescemos e evoluímos, acredito que a competição é o mínimo. Temos algo maior em jogo, que é o futuro do nosso setor", ressaltou Elienai Trindade. 

Presente – A grande surpresa do encontro foram os vídeos enviados pelos familiares de cada jovem com mensagem de otimismo, coragem e orgulho como forma de reconhecimento por chegarem tão longe no maior programa de desenvolvimento de liderança empreendedora voltado ao agro do Brasil.

“Foi um prazer interagir com os familiares de todos os participantes, conhecer mais detalhes de suas histórias e observar o orgulho que sentem dos jovens”, comentou a coordenadora nacional do CNA Jovem, Fernanda Nonato.


“Eu fiquei sem palavras pelas mensagens de apoio da minha família porque desde agosto do ano passado passamos muito tempo em atividades do programa. O carinho da equipe do CNA Jovem foi maravilhoso para mim”, revelou Gilson Faria.

Regulação das emoções – Para finalizar a programação da manhã as psicólogas Karen Kroll e Thayanne Lima conduziram a oficina de educação socioambiental. Os jovens exercitaram algumas estratégias e recursos importantes para a gestão das emoções que contribuem para os relacionamentos, saúde mental e física, além do desempenho acadêmico e profissional. 

Os debates e reflexões foram mediados pelos consultores de inovação do CNA Jovem, Ricardo Dornas e Gino Terentim.

Na parte da tarde os jovens tiveram a oportunidade de bater papo e tirar dúvidas com a egressa da primeira edição do CNA Jovem e influencer digital, Camila Telles, que se tornou referência pelo seu trabalho na defesa do agro.

“O CNA Jovem é uma oportunidade única de crescimento profissional e pessoal, que me abriu muitas portas. Eu defini o propósito de usar a comunicação como ferramenta estratégica para defender o agro durante o programa em 2016. E isso segue comigo até hoje”.

Em seguida, os jovens ficaram imersos na oficina de construção das iniciativas para refinamento das soluções que estão desenvolvendo para aos sete desafios prioritários do setor agropecuário validados pelo Sistema CNA/Senar.

A partir de agora o programa entra na reta final. O último e quarto encontro está previsto para ocorrer em outubro, quando eles terão a oportunidade de apresentar as soluções inovadoras. As melhores iniciativas e os três jovens com maior potencial de liderança serão reconhecidos.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR

Posts Relacionados

Deixe um comentário

plugins premium WordPress