Sistema FAEB

Mapa orienta estados a declararem estado de emergência zoossanitária

O estado de emergência permite a mobilização de recursos da União e a cooperação com outros ministérios, organizações governamentais e não governamentais em todas as esferas de governo

 

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, emergência

Nesta quinta-feira (20), o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, se reuniu com governadores e representantes dos estados e Distrito Federal orientando para que os governos estaduais declarem o estado de emergência zoosanitária e reforcem as ações de contenção e impeçam o avanço da gripe aviária.

O estado de emergência já declarado pelo Mapa permite a mobilização de recursos da União e a cooperação com outros ministérios, organizações governamentais e não governamentais em todas as esferas de governo.

No entanto, os estados e municípios precisam adotar medidas similares para acessar e disponibilizar os recursos necessários, incluindo força de trabalho, logística, materiais e tecnologia para conter a gripe aviária.

Mesmo sem a ocorrência de casos em aves de granjas comerciais destinadas ao consumo, o Brasil já sente os primeiros impactos comerciais.

O Japão, segundo maior destino das exportações de carne de frango brasileira, temporariamente suspendeu as compras de produtos oriundos do Espírito Santo e Santa Catarina.

Do total de 2,629 milhões de toneladas exportadas pelo Brasil entre janeiro e junho deste ano, o Japão adquiriu 219,8 mil toneladas, representando um aumento de 8,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Santa Catarina, o segundo maior exportador de frango do país, vendeu 545,5 mil toneladas para o exterior no primeiro semestre.

Após o embargo japonês, o estado deverá declarar o estado de emergência zoossanitária.

Na próxima semana, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, estará em missão oficial na Ásia, continente que registrou o maior crescimento nas exportações de frango neste ano.

Ele se reunirá especialmente com representantes do governo japonês para reafirmar as medidas de segurança sanitária na produção brasileira.

“Estamos trabalhando com celeridade e transparência, adotando prontamente todas as medidas de controle, para que os consumidores dos nossos produtos de frango, presentes em mais de 150 países no mundo, continuem tranquilos e confiantes”, explicou o ministro.

Ele reforçou a importância do estado de emergência aos governadores e representantes dos estados para que possam acessar os recursos já disponibilizados pelo governo federal e aplicá-los nas ações necessárias para evitar o avanço da gripe aviária.

A influenza aviária é uma doença com distribuição global e ciclos pandêmicos ao longo dos anos, com sérias consequências para o comércio internacional de produtos avícolas. Em 15 de maio de 2023, foi detectada pela primeira vez em território nacional, diagnosticada em aves silvestres, o que não afeta a condição do Brasil como país livre de IAAP para o comércio.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

plugins premium WordPress